TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

23
Mai 18

512uyXCIywL.jpg

 

... a Polónia. É isso. Olga Tokarczuk, autora de Flights, é a vencedora da edição de 2018 do Man Booker Prize International e a primeira de nacionalidade polaca a vencer este prémio de tradução.

O prémio em questão — no valor de 50 mil libras (cerca de 57 mil euros), que será dividido de igual forma entre a autora e a tradutora — foi seleccionado entre 108 obras submetidas e escolhido por um painel composto por cinco jurados.

Saibam tudo em: https://observador.pt/2018/05/22/polaca-olga-tokarczuk-vence-man-booker-prize-international/

publicado por migalhas às 16:00

13
Abr 18

DdY24YUXcAAYmm4.jpg

 

Estão revelados os 6 candidatos que, entre si, vão disputar o tão apetecível Man Booker International, versão de 2018, um dos mais aclamados prémios de literatura traduzida. 

Para conhecermos o nome vencedor da edição deste ano teremos de aguardar até ao próximo 22 de Maio.

Até lá, aqui fica a lista dos seis finalistas do Man Booker Prize International de 2018:

  1. Vernon Subutex 1, de Virginie Despentes (França). Traduzido por Frank Wynne e publicado pela MacLehose Press;
  2. The White Book, de Han Kang (Coreia do Sul). Traduzido por Deborah Smith publicado pela Portobello Books;
  3. The World Goes On, de László Krasznahorkai (Hungria). Traduzido por John Batki, Ottilie Mulzet e George Szirtes e publicado pela Tuskar Rock Press;
  4. Like a Fading Shadow, de Antonio Muñoz Molina (Espanha). Traduzido por Camilo A. Ramirez e publicado pela Tuskar Rock Press;
  5. Frankenstein in Baghdad, de Ahmed Saadawi (Iraque). Traduzido por Jonathan Wright e publicado pela Oneworld;
  6. Flights, de Olga Tokarczuk (Polónia). Traduzido por Jennifer Croft e publicado pelas Fitzcarraldo Editions.
publicado por migalhas às 16:30

13
Mar 18

ManBookerInternationalInPost.jpg

 

O conceituado prémio Man Booker Prize International já tem a sua longlist para a edição de 2018. 

Dela constam estes 13 magníficos:

  1. The 7th Function of Language, de Laurent Binet (França). Traduzido por Sam Taylor e publicado pela Harvill Secker;
  2. The Impostor, de Javier Cercas (Espanha). Traduzido por Frank Wynne e publicado pela MacLehose Press;
  3. Vernon Subutex 1, de Virginie Despentes (França). Traduzido por Frank Wynne e publicado pela MacLehose Press;
  4. Go, Went, Gone, de Jenny Erpenbeck (Alemanha). Traduzido por Susan Bernofsky e publicado pela Portobello Books;
  5. The White Book, de Han Kang (Coreia do Sul). Traduzido por Deborah Smith publicado pela Portobello Books;
  6. Die, My Love, de Ariana Harwicz (Argentina). Traduzido por Sarah Moses e Carolina Orloff e publicado pela Charco Press;
  7. The World Goes On, de László Krasznahorkai (Hungria). Traduzido por John Batki, Ottilie Mulzet e George Szirtes e publicado pela Tuskar Rock Press;
  8. Like a Fading Shadow, de Antonio Muñoz Molina (Espanha). Traduzido por Camilo A. Ramirez e publicado pela Tuskar Rock Press;
  9. The Flying Mountain, de Christoph Ransmayr (Áustria). Traduzido por Simon Pare e publicado pela Seagull Books;
  10. Frankenstein in Baghdad, de Ahmed Saadawi (Iraque). Traduzido por Jonathan Wright e publicado pela Oneworld;
  11. Flights, de Olga Tokarczuk (Polónia). Traduzido por Jennifer Croft e publicado pelas Fitzcarraldo Editions;
  12. The Stolen Bicycle, de Wu Ming-Yi (Taiwan). Traduzido por Darryl Sterk e publicado pela Text Publishing;
  13. The Dinner Guest, de Gabriela Ybarra (Espanha). Traduzido por Natasha Wimmer e publicado pela Harvill Secker.

Destes, apenas 6 farão parte da shortlist, a ser anunciada a 12 de Abril, com o grande vencedor a ser revelado a 22 de Maio. De relembrar que no ano passado o prémio foi atribuído ao israelita David Grossman, autor do romance Um Cavalo Entra num Bar.

Saibam mais aqui: https://blog.booktopia.com.au/2018/03/13/man-booker-international-prize-2018-longlist/

publicado por migalhas às 16:00

30
Jan 18

350x.jpg

 

Vencedor do MAN BOOKER INTERNATIONAL PRIZE do ano passado, chega agora até nós esta "obra-prima curta e chocante em que o absurdo e o humor são usados para explorar os recantos mais sombrios da condição humana. Uma história de tortura psicológica e espiritual de dar cabo dos nervos, o tipo de história que é tão negra que a única defesa contra ela é o humor mais negro", segundo o The Sunday Times.

David Grossman coloca-nos assim perante a questão: Será que uma piada é só uma piada?
O premiado e internacionalmente aclamado autor de "Até ao Fim da Terra" apresenta-nos agora um romance sobre a vida de um cómico de stand-up, revelada no decorrer da performance de uma noite. Na dança entre humorista e público, com farpas voando de um lado para o outro, uma história mais profunda vai tomando forma - uma história que irá alterar a vida de muitos dos presentes. bertrand.pt

A ler, sem dúvidas.

publicado por migalhas às 20:00

23
Jun 17

500_9789722049603_teoria_geral_do_esquecimento.jpg

 

O livro do escritor angolano José Eduardo Agualusa, “Teoria Geral do Esquecimento”, editado pela Dom Quixote em Portugal em 2012 e que já havia sido, em 2016, finalista do Man Booker International Prize, foi agora distinguido com o prémio literário internacional de Dublin, pela tradução inglesa desta sua obra. Esta conta a história de uma mulher que fica presa na sua casa em Luanda no período de transição entre o colonialismo e a independência e que procura sobreviver “ao medo do outro, ao absurdo do racismo e da xenofobia”. Mais uma boa razão para o ler, ou reler. Parabéns a ele e, uma vez mais, à literatura de língua portuguesa.

publicado por migalhas às 20:00

20
Jun 17

IMG_2035.JPG

 

E ele aí está: O vencedor do Man Booker Prize de 2017. "A Horse Walks Into a Bar", do israelita David Grossman, debruça-se sobre uma derradeira actuação de um artista de stand-up comedy e o modo como o fez convenceu o júri a atribuir-lhe este cobiçado prémio literário. Aguardemos agora pela sua edição entre nós, para podermos também desfrutar de mais uma obra vencedora no panorama literário mundial.

Aqui fica a notícia na íntegra: http://themanbookerprize.com/news/horse-walks-bar-david-grossman-wins-man-booker-international-prize-2017

 

publicado por migalhas às 19:27

21
Abr 17

BookPile_0.jpg

 

A lista dos candidatos ao Man Booker International Prize deste ano está agora reduzida a seis títulos/autores. A saber:

  • Mathias Enard (France), Charlotte Mandell (US), Compass (Fitzcarraldo Editions)
  • David Grossman (Israel), Jessica Cohen (US), A Horse Walks Into a Bar (Jonathan Cape)
  • Roy Jacobsen (Norway), Don Bartlett (UK), Don Shaw (UK), The Unseen (Maclehose)
  • Dorthe Nors (Denmark), Misha Hoekstra (US), Mirror, Shoulder, Signal (Pushkin Press)
  • Amos Oz (Israel), Nicholas de Lange (UK), Judas (Chatto & Windus)
  • Samanta Schweblin (Argentina), Megan McDowell (US)Fever Dream (Oneworld)

Resta agora aguardar por 14 de Junho próximo, para saber qual destes finalistas será o, com certeza, mais do que merecedor vencedor da edição deste ano. Até lá, vamos ficando a par do que se vai passando, aqui: http://themanbookerprize.com/international

Boas leituras.

publicado por migalhas às 20:00

16
Mar 17

Clip0043.MXF_.14_33_45_17.Still017.jpg

 

Aí está o anúncio oficial da longlist do The Man Booker International Prize 2017. São 13 as obras seleccionadas para esta fase, sendo que a lista final de seis livros, a shortlist, será anunciada a 20 de Abril e, finalmente, o vencedor do prémio de 2017 a 14 de Junho. Até lá, vamos tentar averiguar quais as editoras nacionais responsáveis por estas traduções locais e para quando estarão disponíveis aos nosso olhos. Na certeza de que estaremos na presença da nata da literatura mundial.

Todos os pormenores, podem encontrá-los aqui:

http://themanbookerprize.com/news/man-booker-international-prize-2017-longlist-announced

publicado por migalhas às 20:00

15
Set 16

image.jpg

 

A vencedora do ano passado do prestigiado Man Booker International Prize, "A Vegetariana" de Han Kang, acaba de ser alvo de edição local. Ou seja, mais um para ler muito em breve.

 

Uma combinação fascinante de beleza e horror.

Ela era absolutamente normal. Não era bonita, mas também não era feia. Fazia as coisas sem entusiasmo de maior, mas também nunca reclamava. Deixava o marido viver a sua vida sem sobressaltos, como ele sempre gostara. Até ao dia em que teve um sonho terrível e decidiu tornar-se vegetariana. E esse seu ato de renúncia à carne - que, a princípio, ninguém aceitou ou compreendeu - acabou por desencadear reações extremadas da parte da sua família. Tão extremadas que mudaram radicalmente a vida a vários dos seus membros - o marido, o cunhado, a irmã e, claro, ela própria, que acabou internada numa instituição para doentes mentais. A violência do sonho aliada à violência do real só tornou as coisas piores; e então, além de querer ser vegetariana, ela quis ser puramente vegetal e transformar-se numa árvore. Talvez uma árvore sofra menos do que um ser humano.


Este é um livro admirável sobre sexo e violência - erótico, comovente, incrivelmente corajoso e provocador, original e poético. Segundo Ian McEwan, «um livro sobre loucura e sexo, que merece todo o sucesso que alcançou». Na Coreia do Sul, depois do anúncio do Man Booker International Prize, A Vegetariana vendeu mais de 600 000 exemplares. Aplaudido em todos os países onde está traduzido, é um best-seller internacional.

publicado por migalhas às 20:00

25
Mai 16

25489025.jpg

 

O Man Booker International Prize de 2016 foi para a obra “The Vegetarian”, de Han Kang, romance que equilibra uma agradável e precisa prosa com uma violência corporal e simbólica. Merecida vencedora deste prémio literário, segundo se pode ler aqui

http://flavorwire.com/576510/han-kangs-the-vegetarian-deserves-its-2016-man-booker-international-prize-for-fiction

“The Vegetarian” é um romance que aborda o consumo e a violência humana, espelhado no limite a que alguém chega no sentido de querer deixar de pertencer a essa mesma raça humana em virtude das atrocidades que a mesma comete.

publicado por migalhas às 20:00

Dezembro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
15

16
18
20
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO