TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

19
Dez 18

350x.jpg

 

Lembro-me de ver a adaptação cinematográfica deste, em português, "Eu sou a lenda", com Will Smith no praticamente único papel, e de ter adorado. Aliás, tantos anos passados, continua a figurar no top dos meus filmes de eleição.
A verdade é que, mais anos ainda passados, resolvi-me a comprar o original que lhe deu origem, ou seja, a obra de Richard Matheson (1926-). E logo uma Edição Especial com nova capa e mais 30 páginas de contos e tiragem limitada a 999 exemplares. Obra da Saída de Emergência, que assim volta a marcar pontos na minha lista de editoras especiais.
Vou agora recordar este clássico de 1954, um dos grandes clássicos do horror e um dos primeiros livros - se não o primeiro - a falar de zombies e de cenários pós-apocalípticos muito antes de tal se tornar moda.
 
Aqui fica a sinopse:

Robert Neville é o último homem vivo na Terra... mas não está sozinho. Todos os outros homens, mulheres e crianças transformaram-se em vampiros e estão sequiosos pelo sangue de Neville. De dia, ele é o predador, caçando os mortos vivos pelas ruínas abandonadas da civilização. De noite, Neville barrica-se em casa e reza para que chegue a manhã. Durante quanto tempo pode um homem sobreviver num mundo de vampiros?

publicado por migalhas às 20:00

30
Nov 18

A-Historia-de-Uma-Serva.jpg

 

Uma visão marcante da nossa sociedade radicalmente transformada por uma revolução teocrática. "A História de Uma Serva" tornou-se um dos livros mais influentes e mais lidos do nosso tempo. Extremistas religiosos de direita derrubaram o governo norteamericano e queimaram a Constituição. A América é agora Gileade, um estado policial e fundamentalista onde as mulheres férteis, conhecidas como Servas, são obrigadas a conceber filhos para a elite estéril.

Este é o enredo de um dos livros que mais polémica gerou nos tempos mais recentes e que viu-se inclusive adaptado a "série televisiva demasiado perturbadora até para a própria autora".

Símbolo da resistência feminina no século XXI, este livro de culto vai ter agora uma sequela, 34 anos após a sua edição, Segundo a autora canadiana, esta continuação foi "inspirada no mundo em que temos estado a viver” e intitula-se The Testaments, tendo edição prevista para Setembro de 2019.

https://www.thebookseller.com/news/atwood-release-sequel-handmaids-tale-2019-901426#

Como nota final, a pertinente questão por muitos posta e que não deixa de ter, ou ter tido, alguns paralelos reais no decurso da história da humanidade, nem sempre, ou muitas vezes, dada a pouca humanidade. E se a história de The Handmaid’s Tale fosse verdadeira?

https://www.comunidadeculturaearte.com/e-se-a-historia-de-the-handmaids-tale-fosse-verdadeira/

publicado por migalhas às 20:00

12
Nov 18

42904338_2233999620213388_9035158641434427392_n.pn

 

Este já está em fila de espera para ser o próximo. Se foi considerado o Livro do ano para The Guardian, Financial Times, The Times Literary Supplement, Observer e The Daily Telegraph, bom, então a expectativa cresce a cada hora que me separa do início desta aventura pelo Reservatório 13. Em breve, muito em breve.

http://www.elsinore.pt/livros/reservatorio-13?fbclid=IwAR2eharZLCdql4IKmVMN1tL4twqShGDGpm7oh4S6eHF-M4s-Y07o2YOtLcU

publicado por migalhas às 12:00

10
Nov 18

Fome_150_229.jpg

 

Não há fome que não dê em fartura, diz o ditado. E é mesmo isso. O que aqui há uns anos era raridade por cá, hoje é um mar a perder de vista. Refiro-me à edição de livros fantásticos e de horror que, graças a editoras como a Saída de Emergência, hoje chegam até nós em quantidade e qualidade para nos proporcionar muitos e, quase sempre, bons momentos de leitura. É o caso deste Fome, editado em Junho deste ano, que nos oferece um relato tenso e fascinante sobre a trágica expedição no Oeste americano que levou a um dos maiores desastres da história da América. Numa narrativa sempre em crescendo, cativa do início ao fim, mostrando as dificuldades de uma época em que muitos se aventurarm pelo desconhecido, quantas vezes nunca dele regressando. Recomendo vivamente.

http://www.saidadeemergencia.com/produto/a-fome/

publicado por migalhas às 15:00

09
Nov 18

9789898869746.png

 

Com adaptação para filme prevista para dia 21 de Dezembro na Netflix (Bird Box, com Sandra Bullock no papel principal), com o galardão de Melhor Livro de Terror (Vencedor do prémio This is Horror) e com o sugestivo teaser a dizer-nos: "Não abra os olhos. Há algo terrível lá fora." era impossível passar-lhe ao lado. Devo admitir que foi um pouco às cegas que me atirei a ele, mas em boa hora o fiz. Se recomendo? Vivamente!

http://www.topseller.pt/livros/as-cegas

publicado por migalhas às 12:00

15
Out 18

captura-de-ecracc83-2018-09-28-as-19-09-16.jpg

 

A mítica viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães é agora recontada num livro de banda desenhada por Christian Clot, um explorador franco-suíço que seguiu os passos do navegador português há 500 anos.

Aqui fica um aprofundado artigo sobre esta bem-vinda obra de BD, pena que tenha de ser um cidadão franco-suíço a lembrar-nos o valor dos nossos antepassados.

https://observador.pt/2018/09/29/magalhaes-500-anos-depois-um-explorador-franco-suico-reconta-a-viagem-do-portugues/

Boas leituras.

publicado por migalhas às 12:30

23
Abr 18

DML_2018_Cartaz_baixa_res.jpg

 

O Dia Mundial do Livro é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de Abril. Pretende anualmente promover o prazer da leitura e o respeito pelos livros e pelos seus autores.

Esta data foi escolhida com base na tradição catalã segundo a qual, neste dia, os homens oferecem às suas «damas» uma rosa vermelha de S. Jorge e recebem em troca um livro, testemunho das aventuras do cavaleiro. Em simultâneo, é prestada homenagem à obra de grandes escritores, como Shakespeare, Cervantes e Garcilaso de la Vega, falecidos em abril de 1616.

A todos um excelente dia repleto de muita leitura.

publicado por migalhas às 11:30

02
Abr 18

C40AD5E0-8764-442D-852B-FA87F9EA6299.jpeg

 

Que melhor maneira de homenagear um dos escritores infantis mais conhecidos desse universo literário que dedicar-lhe este dia tão especial, o Dia Internacional do Livro Infantil. Hans Christian Andersen era o seu nome e muitas foram as histórias para crianças que da sua imaginação ganharam vida, valendo-lhe, ainda hoje, o título de escritor mais lido em todo o mundo entre este target. Também ele nasceu neste dia 2 de Abril, mas de 1805, e entre as suas histórias mais conhecidas estão o patinho feio, o soldadinho de chumbo ou a pequena sereia, todos eles clássicos intemporais que, apesar de hoje se apresentarem com roupagens mais em concordância com os tempos que vivemos, continuam a fazer parte integrante das bibliotecas de muitos lares, ajudando a alegrar muitas e muitas crianças por esse mundo fora. Por isso, proponho que hoje se leia uma história de adormecer aos mais pequenos. Que ler ainda continua a ser a mais maravilhosa aventura em que cada um de nós pode embarcar. Boas leituras.

publicado por migalhas às 21:35

26
Mar 18

12-melhores-livros-portugal-revista-estante-fnac.j

 

Comemora-se hoje o Dia do Livro Português, data criada pela Sociedade Portuguesa de Autores com o intuito de destacar a importância do livro, do saber e da língua portuguesa em todo o mundo.

E se tal acontece anualmente nesta data, é por que foi neste preciso dia, em 1487, que se imprimiu o primeiro livro em Portugal: o “Pentateuco”. Tal aconteceu em Faro, nas oficinas do judeu Samuel Gacon, na Vila-a-Dentro, e tratava-se de um livro escrito em hebraico.

Já o primeiro livro escrito em português foi impresso no Porto, dez anos depois, em 4 de janeiro de 1497. Produzido pelo primeiro impressor luso, Rodrigo Álvares, o livro tinha o título de “Constituições que fez o Senhor Dom Diogo de Sousa, Bispo do Porto”.

Fonte: www.calendarr.com

Em jeito de homenagem ao livro português, aqui fica uma eleição levada a cabo pela revista Estante onde se pretendeu escolher os 12 melhores livros portugueses dos últimos 100 anos. Leiam e boas leituras.

http://www.revistaestante.fnac.pt/os-12-melhores-livros-portugueses-dos-ultimos-100-anos/

 

publicado por migalhas às 11:00

21
Mar 18

21 MARÇO.jpg

 

Na data de hoje comemora-se não só o Dia Mundial da Poesia mas, mais importante ainda, o Dia Mundial da Árvore. E digo mais importante, pois a crescente escassez de árvores é uma realidade cada vez mais presente. Fruto dessa desflorestação irracional, desse processo completo e permanente de destruição massiva, de abate intensivo e constante de árvores de floresta, de bosque, o que seja que provoca destruição de ecossistemas, alterações climáticas, perda de património genético, esta é uma realidade, na sua maior parte, da autoria do pior inimigo deste planeta, o próprio homem. O mesmo que não poderá sobreviver sem elas, pois convém lembrar que são essas mesmas árvores que diariamente desaparecem a um ritmo assustador, os pulmões deste nosso rochedo em que habitamos. E se de ar precisamos como de pão para a boca, já a poesia não é assim tão fundamental, pois dela não depende a nossa existência. Talvez uma outra, a cultural, e aí sim, ela reveste-se de toda uma dimensão que ninguém ousa discutir. Mas para que a possamos continuar a apreciar, convém que consigamos continuar a respirar. E crendo que sim, que ainda nos restarão uns anos de oxigénio, então durante esses que celebremos a diversidade do diálogo, a livre criação de ideias através das palavras, da criatividade e da inovação, aquilo que é, afinal, a poesia. Que atentemos na importância da reflexão sobre o poder da linguagem e do desenvolvimento das habilidades criativas de cada pessoa e do modo como cada qual contribui para a diversidade criativa através da sua perceção e compreensão do mundo. Sejamos poetas, sim, mas antes disso amantes cuidadosos deste nosso planeta, pois só assim poderemos continuar a usufruir, desfrutar, amar, desta forma inigualável da nossa linguagem.

publicado por migalhas às 14:00

Março 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30

31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO