TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

09
Fev 17

befunky-collage7.jpg

 

Neste mês de Fevereiro há de tudo um pouco para quem a leitura é sempre prioridade. É o mês mais pequeno do ano, mas nem por isso menos rico em edições. Senão vejam aqui: http://observador.pt/2017/02/01/monstros-amantes-e-cartas-de-amor-os-livros-de-fevereiro/ e deliciem-se. Boas leituras.

publicado por migalhas às 20:00

18
Jan 17

befunky-collage22.jpg

 

O ano de 2017 em antevisão, no que a edições e reedições literárias diz respeito. Vamos a ele e boas leituras!

 

A ler aqui: http://observador.pt/especiais/trump-fatima-premiados-e-classicos-as-novidades-literarias-de-2017/

publicado por migalhas às 20:00

04
Jan 17

overlooked-books.png

 

Aqui fica uma lista de livros injustamente ignorados no passado ano de 2016 e, por isso mesmo, a merecerem mais atenção durante este novo ano. A escolha é da Booksellers e fica aqui http://lithub.com/the-years-best-overlooked-books-according-to-booksellers/ para que lhes possam dar a devida importância.

Boas leituras e votos de um ano cheio de muitos e bons livros.

publicado por migalhas às 20:00

22
Set 16

img_400x520$2016_09_15_17_17_36_1051.jpg

 

O mais conhecido autor português de policiais está de volta, desta vez pela mão da revista Sábado. Trata-se de uma colecção de 4 obras deste prestigiado autor luso internacionalmente reconhecido pelo seu talento, traduzido em vendas superiores a um milhão de exemplares por esse mundo fora, que começa precisamente hoje com "O espaço vazio". Seguir-se-ão "O labirinto", "Estado de choque" e "A noite antes do fim". Muitos mais títulos seus haveria dignos de reedição, mas por apenas 0.50€/cada já é bom demais. Vamos pois recuperar este nome maior da literatura de cariz policial e com ele desfrutar de uns bem empregues pedaços de tempo.

publicado por migalhas às 20:00

15
Set 16

image.jpg

 

A vencedora do ano passado do prestigiado Man Booker International Prize, "A Vegetariana" de Han Kang, acaba de ser alvo de edição local. Ou seja, mais um para ler muito em breve.

 

Uma combinação fascinante de beleza e horror.

Ela era absolutamente normal. Não era bonita, mas também não era feia. Fazia as coisas sem entusiasmo de maior, mas também nunca reclamava. Deixava o marido viver a sua vida sem sobressaltos, como ele sempre gostara. Até ao dia em que teve um sonho terrível e decidiu tornar-se vegetariana. E esse seu ato de renúncia à carne - que, a princípio, ninguém aceitou ou compreendeu - acabou por desencadear reações extremadas da parte da sua família. Tão extremadas que mudaram radicalmente a vida a vários dos seus membros - o marido, o cunhado, a irmã e, claro, ela própria, que acabou internada numa instituição para doentes mentais. A violência do sonho aliada à violência do real só tornou as coisas piores; e então, além de querer ser vegetariana, ela quis ser puramente vegetal e transformar-se numa árvore. Talvez uma árvore sofra menos do que um ser humano.


Este é um livro admirável sobre sexo e violência - erótico, comovente, incrivelmente corajoso e provocador, original e poético. Segundo Ian McEwan, «um livro sobre loucura e sexo, que merece todo o sucesso que alcançou». Na Coreia do Sul, depois do anúncio do Man Booker International Prize, A Vegetariana vendeu mais de 600 000 exemplares. Aplaudido em todos os países onde está traduzido, é um best-seller internacional.

publicado por migalhas às 20:00

05
Set 16

primeiro.jpg

 

Com o início de Setembro, as editoras apressam-se a anunciar as novidades para a nova temporada literária. A lista é longa, a merecer aqui uma vista de olhos: http://observador.pt/especiais/o-que-esperar-da-rentree-literaria-pilhas-e-pilhas-de-bons-livros/

Boas leituras.

publicado por migalhas às 20:00

24
Ago 16

500_9789896600662_O Cego de Sevilha.jpg

 

É semana santa em Sevilha. Um empresário de renome é encontrado atado, amordaçado e morto em frente da sua televisão. As feridas auto-infligidas deixam perceber a luta que travou para evitar o horror das imagens que foi forçado a ver. Quando confrontado com esta macabra cena, o habitualmente desapaixonado detective de homicídios Javier Falcón sente um medo inexplicável.

Cheio de história, tensão e intriga, "O Cego de Sevilha" é um romance intenso que prenderá o leitor até à última página. Um dos mais evocativos, absorventes e inteligentes thrillers psicológicos de sempre.

publicado por migalhas às 16:00

22
Ago 16

9789898800541.jpg

 

"Todos os dias Rachel apanha o comboio. No caminho para o trabalho, ela observa sempre as mesmas casas durante a sua viagem. Numa das casas ela observa sempre o mesmo casal, ao qual ela atribui nomes e vidas imaginárias. Aos olhos de Rachel, o casal tem uma vida perfeita, quase igual à que ela perdeu recentemente.
Até que um dia... 
Rachel assiste a algo errado com o casal. É uma imagem rápida, mas suficiente para a deixar perturbada. 
Não querendo guardar segredo do que viu, Rachel fala com a polícia. A partir daqui, ela torna-se parte integrante de uma sucessão vertiginosa de acontecimentos, afetando as vidas de todos os envolvidos."

 

“A Rapariga no Comboio”, escrito por Paula Hawkins, foi um dos livros com mais êxito em 2015 — vendeu dois milhões de cópias em apenas três meses. Em Outubro do ano passado, foi anunciado que a história seria adaptada ao cinema. Produzido pela DreamWorks, "A Rapariga no Comboio" tem realização a cargo de Tate Taylor, responsável por "As Serviçais". O filme tem estreia prevista para Outubro, nos Estados Unidos. Ainda não há data marcada para Portugal. Mas o primeiro trailer já pode ser visto aqui: http://www.nit.pt/article/04-21-2016-ja-pode-ver-o-trailer-do-filme-a-rapariga-no-comboio

Aguardamos com expectativa a sua estreia em Portugal na esperança de que faça justiça ao livo.

publicado por migalhas às 20:08

12
Ago 16

9789898086754.jpg

 

«Mais tarde, sentado na varanda a comer o cão, o Dr. Robert Laing refletiu sobre os estranhos acontecimentos que nos últimos três meses tinham ocorrido no interior do prédio enorme.»

Num imponente edifício de quarenta andares, o último grito da arquitetura contemporânea, vive Robert Laing, um bem-sucedido professor de medicina, mais duas mil pessoas. Para desfrutarem desta vida luxuosa, não precisam sequer de sair à rua: ginásio, piscina, supermercado, tudo se encontra à distância de um elevador. Mas alguma coisa estranha borbulha por baixo desta superfície de rotina.

Primeiro atacam-se os automóveis na garagem, depois os moradores. Um incidente conduz a outro e, acossados, os vizinhos agrupam-se por pisos. Quando aparecem as primeiras vítimas, a festa mal começou. É então que o realizador de documentários Richard Wilder resolve avançar, de câmara em punho, numa viagem por esta inexplicável orgia de destruição, testemunhando o colapso do que nos torna humanos.

Entre a alucinação e a anarquia, a visão nunca ultrapassada de J. G. Ballard oferece-nos um retrato demencial de como a vida moderna nos pode empurrar, não para um estádio mais avançado na evolução, mas para as mais primitivas formas de sociedade.

 

J. G. Ballard começou a escrever contos na década de 1950 e estreou-se na ficção mais longa em 1962: The Drowned World é o primeiro romance de uma das mais sólidas carreiras da ficção contemporânea. Celebrizou-se pela sua autobiografia Império do Sol (adaptada ao cinema por Steven Spielberg), mas é em romances como Crash (igualmente adaptado à Sétima Arte por David Cronenberg) e Arranha-Céus que se encontram os seus temas obsessivos: os efeitos psicológicos da cidade e da tecnologia na alienação do ser humano. Arranha-Céus estreará em breve nos cinemas, numa longa-metragem assinada por Ben Wheatley e protagonizada por Tom Hiddleston e Sienna Miller.

publicado por migalhas às 20:00

01
Jul 16

1053820.jpg

  

Com as férias à porta, não podem faltar bons livros para ler. Por isso este mês que agora se inicia fornece muita e boa matéria para nos ocupar aquelas horas longas na esplanada ou aqueles fins de tarde ao som das ondas que se espraiam na areia à nossa frente. Ficam as sugestões e os votos de boas leituras.

 

Vejam aqui http://observador.pt/2016/07/01/macacos-e-mafiosos-estas-sao-as-novidades-do-mes-de-julho/ o conjunto de edições agendadas para este Julho.

publicado por migalhas às 20:00

Junho 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

facebook
contador
NetworkedBlogs
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO