TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

04
Mai 07

Descobri hoje, inadvertidamente, que sou detentor de uma marca que nem sequer imaginava. Falo da soma de todos os dias que já vivi desde o primeiro em que via a luz (e aqui não incluo os equivalentes aos 9 meses de gestação) e que perfazem a inacreditável soma de, pasme-se, 14.760! Isto, mais dia, menos dia, pois o número exacto é sempre difícil de calcular, mais que não seja por que os meses não têm todos o mesmo número de dias. Mas seja de que forma for, 14.760 dias é muito, mas mesmo muito, dia junto. Quem diria que já por cá ando há todos estes dias. E cheguei aqui, a esta curiosa descoberta, por que resolvi que, a partir de hoje, passo a identificar a minha conta pessoal não em termos de anos, mas sim de meses. Dias não, por que dá uma ideia excessivamente exagerada de tempo. Não é que em matéria de meses a coisa “suavize”, digamos assim, mas se é esse o método de contagem correntemente aplicado às crianças pequenas, por que não adoptá-lo às outras, às mais crescidinhas? Não esconde nada e ainda torna a cena mais misteriosa. Pois obriga a uma contabilidade difícil de fazer de cabeça, o que dá mais do que tempo para uma natural desistência e consequente desinteresse por parte da pessoa interessada, mantendo-a assim numa ignorância benéfica. Por tudo isto, a partir desta data passo a afirmar que tenho 492 meses de idade. É verdade, 492! Chiça, que também não soa nada bem. Que se lixe! Se um gajo tem de apresentar um número qualquer, que este seja em formato de meses. E o mais engraçado de tudo isto, embora esta seja uma graça relativa, é que no dia 24 de Novembro próximo perfaço 500 meses de idade! Linda soma, se pensarmos que o Brasil foi descoberto igualmente há 500. Mas esses são outros 500, pois correspondem a anos. O que, à partida, torna impossível qualquer género de confusão. É por todo este conjunto de justificações que acabo, oficialmente, de adoptar este novo sistema numérico de contagem crescente.

- E você? É homem para que idade?  

- 492 Minha senhora, 492.

- Desculpe? Como disse?

- Sim, sim, eu sei que não parece, mas são realmente 492. E a caminho dos 493, que isto a vida é sempre a somar.

publicado por migalhas às 14:22

Huuummmmm, então se tu tens 492 ..... eu devo tar aí uns 205?...
Ana a 10 de Maio de 2007 às 14:33

Maio 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO