TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

15
Mai 06

Então não é que as mulheres escolhem os pais dos seus filhos através de um simples olhar? Qual desempenho na cama, qual medição do instrumento responsável, qual arte de sedução, qual quê! Descobriu-se agora que uma olhadela é suficiente para elas se aperceberem se determinado homem tem ou não competência para ser o macho procriador lá de casa. E contrariamente ao que poderia parecer lógico à primeira vista, é sobre os espécimes menos másculos – onde eu me incluo - que recai a preferência da maioria das damas. Curiosamente, conseguem percebê-lo deitando apenas um fugaz, mas esclarecedor, olhar para o rosto do homem em questão. Pelos seus traços fisionómicos deduzem de imediato se um homem gosta ou não de crianças e usam essa mesma informação quando escolhem aquele que com elas irá partilhar os bons e os maus momentos, na saúde e na doença, até que a morte os separe. Quanto aos “machos” com aspecto mais másculo, diria que ficam com a parte boa da coisa. Que é como quem diz, livres destas responsabilidades de criar família e sustentá-la. Fazem parte das preferências femininas, mas no que diz respeito a relações afectivas breves, tipo queca na beira da estrada ou num motel barato que aceita qualquer nome falso para registo de entrada. A bem dizer, as senhoras escolhem os “armários” quando já não aguentam os “ex-crucifixos” que espremeram até à medula e que hoje se transformaram em repugnantes baleias ambulantes, completamente dependentes da garrafa de cerveja, de preferência cheia!

- “Agora fica aí a tomar conta das belas crias que me proporcionaste no tempo em que ainda te confundia com um Adónis, que eu vou ali dar dois dedinhos de conversa com o novo professor de ténis”.

Ou de step, ou de body combat, ou do diabo a sete. Quer dizer, esforça-se um gajo por dar continuidade à espécie, criá-la, fazê-la crescer em segurança e depois de tudo feito, trás! Toma lá que agora já não serves. Por isso, rapaziada, aqui fica o alerta. Se para além do fraco arcaboiço, são ainda detentores de traços faciais redondos, barba pequena e olhos relativamente grandes, cuidado! Estão entre os eleitos para saciarem o instinto maternal em crescendo das interessadas. Hipóteses têm duas: ou tentam o ginásio com extremo afinco ou recorrem à cirurgia plástica para refazerem a vossa fronha. Fiquem sabendo ainda que se ligam muito a criancinhas é por que são possuidores de um nível de testosterona mais baixo, uma vez mais comparando com os outros, os viris. Em compensação, enquadram-se como uma luva na teoria da evolução, uma vez que são a favor da ideia de se tornarem pais e assim darem continuidade ao bom nome que herdaram dos vossos progenitores. A escolha é vossa. Agora com a nuance de que já não podem argumentar que não sabiam de nada.

publicado por migalhas às 15:39

Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
16
19
20

21
22
23
26
27

28
29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO