TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

30
Set 04
Cansado de usar todo o tipo de pesos nos bolsos por forma a evitar levantar voo de cada vez que faz um pouco mais de vento, resolvi regressar à prática da musculação - actividade que já pratiquei outrora - na tentativa de ganhar mais algum volume muscular que me sirva de âncora. Com um peso visivelmente abaixo do indicado para a minha estatura, tenho esperança de que este exercício extra obrigue o meu organismo a assimilar a comida que ingiro em quantidades apreciáveis mas que parece não me fazer proveito algum. Talvez o apetite aumente - embora nunca me tenha faltado - ou mude as suas características de acordo com as diferentes necessidades que o organismo irá agora experimentar. Passados os primeiros dias - aqueles dolorosos em que descobrimos músculos do nosso corpo que nem imaginávamos existir - as coisas começam a compor-se e a ganhar forma. Há um programa de exercícios a seguir, um aumento gradual dos pesos e a esperança de que deixem definitivamente de me confundir com um crucifixo ou de me apelidarem de "espinafre". Estando eu com 38 anos - idade que já pende mais para o lado dos "quotas" do que dos jovens, propriamente ditos - não conto ver crescer a minha massa muscular a pontos de me tornar um Schwarzenegger. Até porque não é essa a minha intenção, embora admita que muito jeito poderia dar em dias de compras, alturas em que me sinto tal e qual um burro de carga - ou qualquer outro animal explorado para esse efeito - a que só faltam os alforges. Resta agora a parte mais difícil: a perseverança e a vontade de continuar um desporto solitário por natureza, facto que, aliás, foi decisivo para a minha desistência da outra vez que o pratiquei. Para o tornar mais "tragável", costumo adicionar-lhe uma dose de música a dar para o barulhento num volume que acaba igualmente por exercitar os tímpanos, que, como qualquer outra parte do corpo que se digne, também tem direito a ser exercitada. Agora deixo-vos, pois tenho ali uns quilinhos para levantar. Ou, como dizia o outro, vou para a minha sessão de pesos e altares!
publicado por migalhas às 12:37

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


Setembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
14
16
18

19
21
23
24
25

26
29


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO