TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

17
Abr 14

"Se, por um instante, Deus se esquecesse de que sou uma marionete de trapo e me presenteasse com um pedaço de vida, possivelmente não diria tudo o que penso, mas, certamente pensaria em tudo o que digo.

Daria valor às coisas, não pelo que valem, mas pelo que significam. Dormiria pouco, sonharia mais, pois sei que a cada minuto que fechamos os olhos, perdemos sessenta segundos de luz.

Andaria quando os demais parassem. Acordaria quando os outros dormem. Escutaria quando os outros falassem e saborearia um bom sorvete de chocolate.

Deus meu, se eu tivesse um coração, escreveria meu ódio sobre o gelo e esperaria que o sol saísse. Regaria as rosas com minhas lágrimas para sentir a dor dos espinhos e o encarnado beijo de suas pétalas.

Deus meu, se eu tivesse um pedaço de vida não deixaria passar um só dia sem dizer às gentes: “Te amo, te amo, te amo.”

Convenceria cada mulher e cada homem que são os meus favoritos e viveria enamorado de amor. Aos homens, lhes provaria como estão enganados ao pensar que deixam de se apaixonar quando envelhecem, sem saber que envelhecem quando deixam de se apaixonar pela vida.

A uma criança lhe daria asas. Mas deixaria que aprendesse a voar sozinha.

Aos velhos ensinaria que a morte não chega com a velhice, mas com o esquecimento.

Tantas coisas aprendi com vocês, homens.

Aprendi que todo mundo quer viver no cimo da montanha, sem saber que a verdadeira felicidade está na forma de subir a escarpa.

Aprendi que quando um recém-nascido aperta, com sua pequena mão, pela primeira vez o dedo de seu pai, o tem prisioneiro para sempre.

Aprendi que um homem só tem o direito de olhar um outro, de cima para baixo, para ajudá-lo a levantar-se.

São tantas as coisas que pude aprender com vocês. Ah! Se Deus me desse um pedaço de vida."

 

Gabriel García Márquez (1927 - 2014)

publicado por migalhas às 21:42

15
Abr 14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

"The Goldfinch" by Donna Tartt

ler a notícia aqui: http://www.latimes.com/books/jacketcopy/la-et-jc-2014-pulitzer-prize-fiction-goldfinch-donna-tartt-20140414,0,6006533.story#axzz2ywf686KE

publicado por migalhas às 14:46

14
Abr 14

LISBOA


No bairro de Alfama os eléctricos amarelos cantavam nas calçadas íngremes.
Havia lá duas cadeias. Uma era para ladrões.
Acenavam através das grades.
Gritavam que lhes tirassem o retrato.
«Mas aqui!», disse o condutor e riu à sucapa como se cortado ao meio,
«aqui estão políticos». Vi a fachada, a fachada, a fachada
e lá no cimo um homem à janela,
tinha um óculo e olhava para o mar.
Roupa branca no azul. Os muros quentes.
As moscas liam cartas microscópicas.
Seis anos mais tarde perguntei a uma senhora de Lisboa:
«será verdade ou só um sonho meu?»

Tomas Tranströmer, prémio Nobel da Literatura 2011

Trad. Vasco Graça Moura

publicado por migalhas às 17:13

11
Abr 14

Um oásis de bem-estar e serenidade em Oeiras: http://www.premayoga.pt/

 

Seja por via do Yoga - hormonal, gravidez, pós parto, bebés, crianças, adultos e seniores -, seja através de Massagens - Ayurveda, Shiatsu, Tui Na ou de Relaxamento -, da Medicina Tradicional ChinesaAcupuncturaFitoterapiaDietéticaTui Na e Chi Kung, ou de outras actividades, como o TenChi Tessen ou a Meditação, o espaço Prema Yoga assume-se como o local onde o bem-estar do corpo e da mente ganha todo um novo significado.

 

Em Oeiras, na Rua de Belém, 22A, venha conhecer tudo aquilo que pode encontrar no espaço Prema Yoga e faça uma aula experimental gratuita. O lado mais equilibrado e sereno da vida espera por si.

Prema Yoga. Por amor ao Yoga.

publicado por migalhas às 14:48

http://premayoga.blogs.sapo.pt/

publicado por migalhas às 14:44

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Sue Townsend, autora da série de livros Adrian Mole, morreu aos 68 anos.

Ler mais: http://expresso.sapo.pt/morreu-a-criadora-do-adolescente-mais-irritante-da-literatura=f865101#ixzz2yZcocWE0

 

publicado por migalhas às 11:47

03
Abr 14

há vezes, e não poucas

em que a voz se solta

a galope num trote voraz

irada, porém incapaz

pois que nenhum som, nada

e é tudo.

 

© Copyright Migalhas (100NEXUS_2014)

publicado por migalhas às 21:30

Abril 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
12

13
16
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO