Segunda-feira, 27 de Maio de 2013


O vencedor do prémio literário mais importante da criação literária da língua portuguesa é o biólogo e escritor moçambicano Mia Couto, autor de livros como Raiz de Orvalho, Terra Sonâmbula e A Confissão da Leoa. É o segundo autor de Moçambique a ser distinguido, depois de José Craveirinha em 1991.

 

Mais em: http://www.publico.pt/cultura/noticia/xxxxxx-premio-camoes-foi-para-o-escritor-1595653



publicado por migalhas às 21:17
Quinta-feira, 23 de Maio de 2013

A escritora norte-americana Lydia Davis, autora de narrativas muito curtas, venceu o prémio literário Man Booker International, anunciou a organização, em Londres. O prémio, bienal e no valor de 70 mil euros, distingue um autor que tenha contribuído para a ficção literária internacional.  

Lydia Davis, 65 anos e a viver em Nova Iorque, é conhecida sobretudo pelo trabalho como contista, autora de micronarrativas, algumas com apenas uma frase ou um parágrafo.  

No ano passado, a Relógio d'Água publicou "Contos completos", da autora.

O júri do Man Booker International reconheceu-lhe a originalidade e a criatividade da escrita, difícil de catalogar, assim como a habilidade e o esforço - e não a preguiça como diz um dos seus contos - em escrever de forma tão sucinta.  

"Já foram chamados de contos, mas podem ser definidos como miniaturas, anedotas, ensaios, piadas, fábulas, textos, aforismos, apotegma, orações ou simples observações", disse o presidente do júri, Christopher Ricks, citado pela agência noticiosa AFP.  

Lydia Davis escreveu apenas um romance - "The end of the story" (1995) -, publicou nove coletâneas de contos, e traduziu obras de Marcel Proust ou Gustave Flaubert, valendo-lhe uma condecoração pelo Governo de França.

Em 2011, o prémio Man Booker International foi atribuído ao escritor norte-americano Philip Roth e em 2009 à canadiana Alice Munro.

 

Ler mais em: expresso.sapo.pt e http://www.themanbookerprize.com/news/lydia-davis-wins-man-booker-international-prize-2013



publicado por migalhas às 10:01
Quinta-feira, 16 de Maio de 2013

 













O mais importante prémio literário brasileiro de literatura para crianças e jovens acaba de ser atribuído ao livro «A Bicicleta Que Tinha Bigodes», de Ondjaki.

 O Prémio FNLIJ, criado pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil FNLIJ, secção brasileira do International Board for Young People – IBBY teve a sua primeira versão em 1975 e conta actualmente com 18 categorias.
 «A Bicicleta Que tinha Bigodes», de Ondjaki, que foi publicado em Portugal pela Caminho, venceu já o Prémio Bissaya Barreto de Literatura para a infância.

 

Fonte: DD



publicado por migalhas às 11:21
Segunda-feira, 13 de Maio de 2013

 







Aproxima-se o dia 22 de Maio e com ele o anúncio do vencedor deste ano do The Man Booker International Prize.

3 Meses após a publicação da lista dos finalistas a este inquestionável grande prémio da literatura, eis que o momento da verdade está apenas a escassos dias.

Saibam mais, lendo na íntegra o artigo do próprio site da The Man Booker Prize:

http://www.themanbookerprize.com//news/man-booker-international-prize-2013-winner-announced-22-may

 



publicado por migalhas às 15:50
Terça-feira, 07 de Maio de 2013

 













O norte-americano Dennis Lehane tem, finalmente, um novo romance prestes a chegar às livrarias portuguesas, mais precisamente a 13 de Maio. Trata-se de Viver na Noite, obra editada entre nós pela Sextante, e que deverá ser adaptada ao cinema por Ben Affleck, que já antes trabalhara um outro livro de Lehane, Gone, Baby, Gone. Note-se que os excelentes livros de Lehane têm dado origem a excelentes filmes, veja-se o caso de Shutter Island e Mystic River.

 

Sobre o livro:

«Boston, 1926. A bebida abunda, em cada esquina há troca de tiros, e um homem decide deixar a sua marca no mundo. A Lei Seca levou à criação de uma complexa rede de destilarias e bares clandestinos, gangsters e polícias corruptos. Joe Coughlin, o filho mais novo de um respeitável capitão da Polícia de Boston, há muito que voltou costas à sua educação severa e se rendeu ao lucro, à adrenalina e à notoriedade de ser um fora-da-lei. Mas uma vida de crime cobra um alto preço. Numa época em que homens implacáveis e ambiciosos se digladiam pelo poder, dispondo de armas, bebidas ilegais e muito dinheiro, o mote é: nunca confiar em ninguém – nem na família nem nos amigos, nem nas amantes nem nos inimigos.
Uma história de amor arrebatadora e uma saga épica de vingança, Viver na noite cruza traição e redenção, música e morte, e traz de novo à vida uma era passada em que o pecado era motivo de celebração e o vício uma virtude nacional.»

 

Fonte: Porta-livros



publicado por migalhas às 16:56
Quinta-feira, 02 de Maio de 2013

 













Os Brocket são as pessoas mais normais do mundo. São respeitáveis, quase enfadonhos, e muito orgulhosos da sua normalidade. Mas tudo muda para Alistair e Eleanor Brocket quando o filho mais novo Barnaby vem ao mundo, pois ele é tudo menos normal. Para grande vergonha dos pais, Barnaby desafia as leis da gravidade… e flutua! Desesperado para agradar aos pais, Barnaby faz tudo o que pode para parar de flutuar, mas não consegue. Num fatídico dia, a mãe decide que não aguenta mais, dá mau nome à família… Por isso, Barnaby tem de partir. Sentindo-se atraiçoado, assustado e sozinho, Barnaby flutua sem rumo, até que se depara com um balão muito especial. Assim, começa uma viagem mágica à volta do mundo; da América do Sul a Nova Iorque, do Canadá à Irlanda, Barnaby faz uma série de novos e incríveis amigos, e descobre que nada nos faz tão felizes como sermos quem realmente somos.

 

Fonte: Bertrand Editora



publicado por migalhas às 13:35
TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
17
18

19
20
21
22
24
25

26
28
29
30
31


facebook
contador
pesquisar neste blog
 
NetworkedBlogs
subscrever feeds