Quarta-feira, 30 de Janeiro de 2013

Dos jardins que não se cuida

nascem livres as formas e livres se espraiam nos seus muitos tons

deixam-se apenas crescer?

não, que vivem a céu aberto, como espíritos livres de tudo

de sebes, de canteiros, de tantas amarras e outros freios

é nos jardins não cuidados

que vive a vida como ela se imagina

os amores esmerados

aquela luz que ilumina

 

© Copyright Migalhas (100NEXUS_2013)



publicado por migalhas às 21:30
Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2013

 

 

 

 


São estes os 10 finalistas ao Man Booker International Prize de 2013:

- U.R. Ananthamurthy (India)
- Aharon Appelfeld (Israel)
- Lydia Davis (USA)
- Intizar Husain (Pakistan)
- Yan Lianke (China)
- Marie NDiaye (France)
- Josip Novakovich (Canada)
- Marilynne Robinson (USA)
- Vladimir Sorokin (Russia)
- Peter Stamm (Switzerland)


Saiba mais aqui: http://www.themanbookerprize.com/news/man-booker-international-prize-2013-finalists-announced



publicado por migalhas às 11:56
Sexta-feira, 18 de Janeiro de 2013
... a propósito desta estreia.

 

 

 













Como é que soubeste que Bin Laden tinha morrido?

É importante começar por frisar que nem eu nem os milhões de cidadãos por esse mundo fora súbita e inesperadamente alvejados por essa bombástica notícia, podem assegurar que Bin Laden tenha efectivamente morrido ou sido morto às mãos das forças especiais de intervenção norte americanas. Por que a notícia em si carrega consigo desde a primeira hora um punhado de pontas muito soltas, por que a cada dia que passa novos dados vêm a lume contradizer a versão oficial dos factos, por que, e mais uma vez, o nome desta persona non grata surge numa altura e cenário de todo convenientes, à imagem do que já anteriormente tinha acontecido na era Bush Júnior. E se antes o súbito ressurgir do mais procurado terrorista à escala mundial serviu, e bem, os intentos da campanha de Bush, por que não dar continuidade a essa valiosa arma de influência massiva, usando-a como cenário de um enorme feito por parte da administração Obama, principalmente num momento difícil e crucial como este, em que em causa está, tão só, a reeleição para novo mandato na Casa Branca? Se Bush, que era um verdadeiro cowboy, nem capturar o conseguiu, que dizer deste herói à Americana, que não só o foi descobrir num complexo residencial de alta segurança ali para os lados do Paquistão, como ainda ousou penetrar nesse refúgio para, em escassos 40 minutos, enviá-lo desta para melhor? Querem melhor? Tanto em eficácia como na segurança que de tudo isto se depreende? Que mais podem os americanos do norte exigir? Perante estes factos (com pouco de concretos, muito de duvidosos, mas que se lixe, o Obama diz que o gajo está morto!), o mediático Donald Trump que desculpe, mas vai ter esperar por uma próxima ocasião. E, quem sabe então, caso pretenda ser igualmente bem-sucedido, também ela à boleia deste que agora dizem que morreu, mas que eu não acredito. Talvez por que não seja norte-americano. Talvez por que me considere possuidor de, pelo menos, dois palmos de testa.


© Copyright Migalhas (100NEXUS_Maio 2011)



publicado por migalhas às 17:36
Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2013

o mundo mexe-se lá fora e eu aqui por casa

neste falso estado que nunca mais se repetirá, jamais

tudo se move e o universo congemina

em tudo menos no meu futuro

que não existe, que não é sequer contabilizado

qual poeira num cosmos que se alimenta de tudo o resto que não eu

migalha, bactéria, ser desprezível e neste estado desprezado

 

o mundo mexe-se sem mim, que eu não pertenço a este estado

ele é tudo e eu nada

ele é rei, senhor

eu apenas parte da dor que me inflige

por nem sequer me contabilizar

nas suas contas que apontam a um futuro que nem ele conhece

suportado em acontecimentos e eventos que são apenas uma só vez

jamais repetidos, quanto muito lembrados

que para isso eu teria de cá ter estado

eu que nada sou

nem mesmo matéria de que haja memória

escassa lembrança, coisa notória.

 

© Copyright Migalhas (100NEXUS_2013)



publicado por migalhas às 22:20
Terça-feira, 08 de Janeiro de 2013

 

Estes são os oito livros finalistas do Prémio Literário Casino da Póvoa, cujo vencedor será anunciado durante a próxima edição do festival Correntes d'Escritas, que começa a 21 de Fevereiro.



publicado por migalhas às 19:08
TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.
Janeiro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
15
16
17
19

20
21
22
23
25
26

27
28
29
31


facebook
contador
pesquisar neste blog
 
NetworkedBlogs
subscrever feeds