Segunda-feira, 26 de Março de 2012

“E o que é o tempo?

meia dúzia de noites a galope no vento.”

 

“E o que é a noite?

olhos de cego fixos na cripta fria e sem nome.”

 

© Copyright Migalhas (100NEXUS_2012)



publicado por migalhas às 19:59
Quarta-feira, 21 de Março de 2012

 

 

 

 

 

 

 

Laurent Gaudé, vencedor do Prémio Goncourt em 2004, regressa ao catálogo da Porto Editora com «Furacão», que chega às livrarias no dia 29 de Março. O escritor vai estar em Portugal para apresentar o seu romance, concretamente em Lisboa (17 de Abril, no Instituto Francês de Portugal, pelas 19h00) e Matosinhos (21 e 22 de Abril, no encontro Literatura em Viagem).


«No coração da tempestade que devastou Nova Orleães, uma dezena de personagens  enfrenta  a  fúria  dos  elementos,  mas  também  a  sua própria escuridão  interior.  Que resta ao ser humano  quando  as suas referências morais e sociais desaparecem por entre o caos e o medo de  um  cenário  apocalíptico?  Com  «Furacão»,  Laurent  Gaudé  oferece-nos uma espécie de ópera em que os solos das personagens se unem num  amplo coro  que  nos  transmite  o  grito  da  cidade  abandonada  à sua  sorte.  A gravidade  da  tragédia  funde-se  com  a  serenidade  da fábula,  para exaltar  a  fidelidade,  a fraternidade,  a  comovente  beleza dos que, apesar de tudo, permanecem de pé»

 

Fonte: Diário Digital



publicado por migalhas às 09:22
Terça-feira, 20 de Março de 2012

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vida e Destino – Vassili Grossman


«Vassili Grossman, adoptando a estrutura global de Tolstói em Guerra e Paz, pinta em Vida e Destino um imenso fresco da Rússia soviética, com incidência nos anos da Segunda Guerra Mundial, na ofensiva alemã e na defesa e, depois, na contra-ofensiva soviética, que culminou na libertação de Stalinegrado e dos territórios ocupados pelos nazis. Intercalando um petrificante relato da batalha de Stalinegrado com a história de uma família de classe média, dispersa pelas forças do destino entre a Alemanha e a Sibéria, Vassili Grossman constrói uma imensa e intrincada trama que retrata um tempo de horror quase inimaginável e de esperança ainda mais estranha. Vida e Destino intercala ambientes familiares com refúgios de snipers, laboratórios científicos e o Gulag, transportando-nos ao fundo dos corações e mentes de uma formidável galeria de personagens, que vão de um rapaz a caminho da câmara de gás até aos próprios Hitler e Stálin.

Entregue ao editor em 1961, Vida e Destino passou de imediato para as mãos do KGB e teve o privilégio não só de ser proibido como o de desaparecer da face da Terra durante vinte anos. O seu manuscrito só apareceu na Suíça em 1980, graças a ilustres dissidentes soviéticos.
Na Rússia, apenas em 1988, depois da glasnost, viria a ser publicado. A nada disto assistiu já Vassili Grossman, uma vez que faleceu de cancro de rim três anos depois de ter entregue o seu manuscrito e de o ver apreendido pelas autoridades.»


tags:

publicado por migalhas às 12:28
Terça-feira, 13 de Março de 2012

 

«Excepcional e engenhoso monólogo, o livro de Brendan Behan é um solilóquio tão emotivo quanto humorístico sobre a cidade de Nova Iorque, que o autor considera (eu também) o lugar mais fascinante do mundo. Nada — diz Behan — pode comparar-se a essa cidade eléctrica, que é o centro do universo. O resto é silêncio, flagrante obscuridade. «Depois de ter estado em Nova Iorque», diz Behan, «qualquer pessoa que regresse a casa dar-se-á conta de que o seu lugar de origem é bastante escuro.» A mim acontece-me sempre isto quando deixo Nova Iorque e regresso à minha cidade, e este livro de Behan é em parte culpado de isso me acontecer, porque o livro deixou em mim uma estranha saudade de bares onde nunca entrei.»

 

Enrique Vila-Matas


tags:

publicado por migalhas às 14:24
TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.
Março 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
14
15
16
17

18
19
22
23
24

25
27
28
29
30
31


facebook
contador
pesquisar neste blog
 
NetworkedBlogs
subscrever feeds