TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

09
Mar 06
Já nasceu! Eram perto das 11h00 da manhã, quando o pequeno Gabriel (2.750 kg) se resolveu a sair cá para fora e enfrentar o mundo. Ao que parece, pelas palavras do Pai, vinha arroxeado e enfrentou de imediato a fúria dos aspiradores que o deixaram apto a respirar convenientemente. Quanto à mãe está tudo bem e bem pode dizer que tudo se passou num ápice. Chegou ao hospital às 9h e pouco e às 11h00 já ele berrava a plenos pulmões. Um parto de hora e meia, mais coisa, menos coisa. E sem epidural. Sortuda! Parabéns aos dois e também para mim, que depois de ter sido pai há pouco mais de 3 meses, sou agora também tio. E aos avós. Que estiveram 39 anos sem vestígios de netos e agora, de novo no espaço de cerca de 3 meses, têm logo dois. Uma menina e um menino. É a prova de que a espera pode ser proveitosa. Sejas bem-vindo Gabriel. E que a vida te corra sempre pelo melhor.
publicado por migalhas às 11:38

As notícias não podiam ser melhores nem mais animadoras para quem gosta das coisas boas desta vida, sempre rotuladas de prejudiciais. De rajada, chegam agora ao conhecimento geral novas descobertas sobre algumas dessas "coisas", que nos dão assim outro ânimo para continuarmos a apostar nelas. Senão vejamos: A começar pela cerveja, chega-nos agora a revelação bombástica de que o seu consumo tem efeitos anti-inflamatórios, ajuda no controlo de doenças crónicas, possui um efeito tranquilizante e aumenta ainda a produção da serotonina, mais conhecida pela "hormona da felicidade", um neurotransmissor existente no sistema nervoso que exerce um papel importante nos estados de ânimo das pessoas, como o humor, a ansiedade, o sonho, a dor, e até o comportamento sexual e alimentar. Passando ao néctar dos deuses, vulgo vinho, temos que a versão tinto pode prevenir o cancro do pulmão e aumentar mesmo a esperança de vida. Com que então o álcool mata, eim? Grandes aldrabões. Mas as surpresas não se ficam por aqui. Se estes eram produtos que diziam mais ao bicho homem, então as mulheres que jubilem igualmente. Pois é sabido agora que, para além de afrodisíaco, o chocolate ajuda a combater os ataques de tosse e, na sua vertente amarga, previne problemas cardíacos. Ou seja, nem tudo o que é bom faz de facto mal. A ver por estes resultados, muito antes pelo contrário. Assim, a vida é realmente muito mais bela. Brindo a isso! Tchim, tchim.
publicado por migalhas às 09:56

Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
16
17
18

19
22
24
25

26
27
28
29
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO