TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

19
Set 05
Não é todos os dias que somos confrontados com notícias animadoras. Notícias de excepção, que podem representar mesmo um primeiro indício válido de que a paz mundial começa a ser vista como prioridade na cabeça dos dirigentes políticos mundiais. Numa súbita mudança de atitude que claramente contrasta com a obsessão pelo conflito continuado, com as consequências daí advindes. Ouvir e ler que o Governo da Coreia do Norte anunciou hoje que vai abandonar o seu programa nuclear, deixa-me obviamente satisfeito e esperançoso, mas da mesma forma cauteloso. Pyongyang promete desistir de todos os programas nucleares e regressar, logo que possível, ao Tratado de Não-Proliferação Nuclear. Passadas ao papel as assinaturas dos dirigentes envolvidos neste complexo processo, materializado em forma de acordo, fica a esperança de que as acções se sobreponham às palavras agora por todos partilhadas. Que não se ouça daqui por uns tempos aqueles que agora deram a sua palavra, de que afinal não foi bem aquilo que quiseram dizer ou que se sentem no direito de recuar nas suas intenções porque do outro lado alguém faltou aos seus compromissos. É que de intenções estamos todos nós cansados. E neste caso específico do uso da energia nuclear para fins que não os desejados, a coisa fia muito mais fino. Pois em causa está todo o futuro deste nosso planeta, cada vez mais desiludido e destroçado com os efeitos provocados pelas acções dos seus habitantes. Ou melhor, dos seus governantes.
publicado por migalhas às 16:46

Setembro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
13
14
17

18
20
23
24

25
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO