TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

10
Ago 05
50m.jpg
A sucursal de Fortaleza do Banco Central do Brasil foi assaltada este fim-de-semana. Até aqui nada de verdadeiramente novo, se atentarmos a que estamos no Brasil. No entanto, o que faz realmente notícia é o facto de os ladrões terem levado cerca de 150 milhões de reais (qualquer coisa como 52,5 milhões de euros), o que, a confirmar-se, faz deste o maior roubo da história do Brasil.
Para entrar no local, os criminosos cavaram um túnel de cerca de 200 metros de extensão e quatro de profundidade e arrombaram o piso da casa-forte.
«Foram violados cinco "containners" que guardavam cédulas de 50 reais. As notas haviam sido recolhidas pela rede bancária e teriam o seu estado de conservação analisado pelo Departamento do Meio Circulante», informou um comunicado do Banco Central. Após a análise, parte das cédulas seria encaminhada de volta ao sistema financeiro e parte seria incinerada. Segundo o BC, o prédio da casa-forte em Fortaleza está numa área de cerca de 500 metros quadrados e tem paredes de dois metros de espessura, revestidas a cimento e malhas de aço. Como ocorre todos os fins-de-semana, o cofre foi encerrado às 18:00 locais de sexta-feira e reaberto às 08:00 de segunda, altura em que se deu conta do assalto. Supõe-se que se tenha tratado de uma acção perpetrada por um grupo de seis a dez homens, que, previamente, terá alugado uma casa nas proximidades do prédio do Banco, de onde começou a cavar o túnel. Para quem viu o filme de Woody Allen “Small Time Crooks”, encontra aqui claras parecenças. Com a diferença de que estes larápios, não sei se por serem brasileiros, foram bem sucedidos nas suas pretensões, não se tendo ficado pela comercialização de biscoitos. O que não quer dizer que não tenham adoçado a boca. E de que maneira!
publicado por migalhas às 09:48

Agosto 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
13

14
15
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO