TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

31
Mai 05
Não sou muito dado à política, o que não quer dizer que certas atitudes de determinados políticos da nossa praça não suscitem a minha crítica. Neste particular, não podia deixar de me insurgir contra o recente apelo feito pelo nosso PR, Jorge Sampaio, ao povo português, pedindo "espírito patriótico" para responder às necessidades do programa orçamental do governo. Então e quando medidas semelhantes partiram de governos de outras cores, que não as suas? Não mereciam, também elas e na altura devida, esse mesmo espírito? Ou, pelo menos, um apelo semelhante por parte do, então, PR que agora vem em defesa dos seus meninos? Dos meninos da sua cor política que lá colocou, graças à prepotência do poder de que usufrui por ser quem é? Que é feito da isenção e da coerência política, senhor PR, tão necessárias para quem governa os destinos de um país? Faltam-lhe? Agora que assiste, uma vez mais, ao claudicar dos seus protegidos? Ou tudo não passa de mais uma tentativa de tirar partido dos patetas que voltaram a apostar no PS para governo? Esquecidos de que, na sua última permanência no poder, pura e simplesmente abandonaram o país no caos que eles mesmos provocaram, resultado de um conjunto de asneiras políticas que, aliás, são sua imagem de marca? Olhe que nem todos os portugueses são estúpidos ou videntes crentes no tal milagre de Nossa Senhora de Fátima. Eram estes os salvadores da pátria? Que tudo fariam para defender os interesses dos mais desfavorecidos, dos mais carenciados, dos reformados? Com tanta areia atirada para os nossos olhos, torna-se mais difícil abri-los. A não ser que haja quem nunca os feche e se mantenha de olho vivo face a estes vira-casacas que apenas jogam a favor de quem lhes promete mais. Eu avisei aqui há uns tempos, quando os vi todos contentes a celebrarem os resultados das últimas eleições. Quem orgulhosamente lá os colocou, que aprenda qualquer coisinha. Pois isto é consequentemente repetido de cada vez que lá vão parar acima. Ou ainda não entenderam que, como políticos, os gajos do PS são uma nulidade? Espero que esta ida abusiva aos bolsos de (quase) todos, sirva de lição a estes que insistem em apostar no 13.
publicado por migalhas às 17:19

Maio 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
21

22
23
26
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO