TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

03
Fev 05
Ora aqui está uma iniciativa de louvar. Existe um conhecido cinema em Londres, o Leicester Square, que apresenta como condição para as vedetas que pisam a sua passadeira vermelha nas noites de estreia, a exibição de 50% do seu corpinho. O mesmo é dizer que, nessas ansiadas noites, podemos contar com meio corpinho dessas mesmas estrelas “au naturel”, que é como quem diz, sem ponta de roupa a cobri-lo. Ora aí está uma forma inteligente de chamar público às salas de cinema. Segundo um estudo feito sobre o assunto - pois ele há estudos para tudo -, conclui-se que nos anos 70 a percentagem de nudez não ultrapassava os 7%. Ou seja, em apenas 35 aninhos, os costureiros(as) que vestem - ou deveria dizer despem? - as vedetas de Hollywood, pouparam qualquer coisa como 43% de tecido em cada novo modelo. O mesmo estudo aponta ainda para que, em 2010, a área descoberta dos corpinhos das divas da sétima arte se cifre em qualquer coisa como 75%. Ou seja, três quartos do total das pequenas estarão desnudos e assim expostos aos olhares deliciados dos seus admiradores. Basta fazer umas contas rápidas, para nos apercebermos de que será ainda em período válido das nossas vidas que iremos assistir a desfiles de actrizes exactamente como vieram ao mundo, de cada vez que haja uma noite de estreia para os lados da capital britânica. Por isso, pergunto: para quando o mesmo por cá? Somos pobres, é verdade, mas não somos, nem ceguinhos, nem insensíveis ao que é bonito e, como tal, deve ser visto. Ficamos a aguardar. A ideia, essa, está lançada e mais do que aprovada!
publicado por migalhas às 18:53

Fevereiro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
12

13
14
15
16
17
18
19

20
22
23
24
26

27
28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO