TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

07
Dez 04
Se antes falei em frases célebres que marcaram as respectivas épocas em que foram criadas, por que não referir também alguns ícones publicitários que, tal como elas, povoam a memória colectiva de quantos com eles conviveram de perto. O homem da Regisconta, por exemplo. Quem não o recorda ao som do tal "Aquela máquina!". Ou o boneco da Michelin, com os seus pneus onde muitos de nós hoje também já os possuímos. Ou o coelho da Duracell, que dura e dura e dura... Ou o cachorrinho queriducho e fofinho da Renova, que desenrolava rolos e rolos de papel higiénico pela casa fora. Ou o Fido Dido da Seven Up. Ou, agora que estamos na época dele, o Pai Natal vermelho da Coca-Cola. Cujo original, para aqueles que não saibam, era azul, tendo sido posteriormente adaptado aos tons vermelhos por influência desta conhecida marca de refrigerantes. Por cá também temos alguns êxitos, como a Leopoldina, do Continente, a Mãe de todos os preços, do Jumbo, ou aquele gajo do Montepio Geral que fala, fala, fala e não diz nada. Tal como anteriormente, com as frases publicitárias, também aqui me penitencio pelo facto de muitos outros exemplos terem sido esquecidos. Como forma de colmatar estas falhas, volto uma vez mais a apelar à prestável colaboração de quantos ainda vão dando alguma atenção a estas matérias e das quais guardam ainda algumas memórias.
publicado por migalhas às 10:37

Dezembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
17
18

19
20
23
24
25

26
27
29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO