TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

03
Nov 04
Ouvido com a atenção que cada novo projecto musical merece, o mais recente EP dos Become Not veio confirmar o que eu já esperava. Poderei parecer tendencioso se disser que conheço bastante bem dois dos seus principais elementos e tenho acompanhado com interesse o seu percurso no campo da música. Mas não. De forma alguma quero passar por tendencioso nesta minha análise a este que é o seu segundo EP de originais, ou, pelo menos, o segundo que me chega às mãos. Notórios são os cuidados postos na produção, nas excelentes vocalizações, nos teclados que enriquecem e dão vida extra aos temas e na guitarra, tão depressa crua e límpida, como logo a seguir adornada de efeitos que a fazem soar quase como que espacial. De referir ainda uma tendência, sempre de saudar, para temas melodiosos capazes de deixar uma vontade de os ouvir vezes e vezes sem fim. Exemplo disto mesmo que acabo de referir é o tema "Unhappy ending movie", segundo dos cinco que compõem este EP, uma jóia melódica onde não falta a mão cheia da produção que introduz com todo o acerto pormenores dignos de constarem ao nível do que de melhor tenho ouvido fazer por esse mundo fora. É certo que se notam influências musicais tão díspares como as de Archive, Staind, Ramp e outras, quer nacionais, quer estrangeiras. Mas quem não as tem? Ninguém é surdo ou indiferente ao que se passa à nossa volta. E quer se queira, quer não, as influências estão e estarão lá sempre, seja qual for a banda. O que importa concluir é que este é um dos mais agradáveis, interessantes e sonoramente atractivos projectos da nossa mais recente música nacional e que, como tal, convém de todo reter. Tenham eles a sorte do seu lado - pois a qualidade já a provaram - e estou plenamente convencido de que irão singrar neste difícil mundo que é o da música, mormente em Portugal. Faço votos para que os Become Not, become rapidamente unforgettable e indispensáveis em qualquer boa discografia. Por mérito próprio merecem desde já figurar entre as bandas e os projectos nacionais que mais se destacaram neste ano de 2004. Que 2005 seja apenas a confirmação e o crescimento dos Become Not como banda. Keep on the excelent work, boys! Cheers!

publicado por migalhas às 10:29

Novembro 2004
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
13

14
17
18
20

21
22
23
25
27

28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO