Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

100Nexus

TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

facebook

comum a todos

por migalhas, em 08.04.11

no mercado, a varina

na rua, a revolução, erguida em cada esquina

no mar, o pescador, submerso

afogado, como a sociedade, irado

choram por ele, pelo seu triste fado

mas a morte é comum, coisa de todos e cada um

no mar, em terra, no beco, em cada esquina

olhos que perscrutam cada canto

ávidos pelo jovem, pelo velho, pelo novo encanto

musa inspiradora que guia esta minha caneta

me faz escrito neste branco

descrito, exposto, integralmente despido

à varina, ao pescador, ao revolucionário perdido na sua dor

sem pudor ou rancor, apenas sóbrio

como um louco que não sente, mas respira

até que colhido pela morte, na sua triste sorte, na de todos

 

inédito de migalhas (100NEXUS_2011)