TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

02
Jun 09

Que olhar posso eu ter, se olho em redor e não me revejo no que vi?
Se cada dia é passado, se cada acto estafado?
Um olhar de quem não vê, nada vê, mas dá a entender que sim.
O patético que pactua com a ordem reinante.
Que falha à verdade em nome de uma grosseira irmandade.
Isso é o que salta à vista.
Isso de fugir à integridade em nome da fácil aceitação da sociedade.
A troco de quê?
Que tudo tem um preço, nem que seja o de viver azoado.

publicado por migalhas às 00:16

Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
17
18
19
20

21
23
25
27

28


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

facebook
mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO