TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.

20
Dez 07

O mesmo despertar, o mesmo estado sonolento, em pouco varia cada afazer, é quinta-feira, como podia ser qualquer outra. Fosse sábado e era a Feira da Ladra, apinhada, corrupio de gente atarefada em vender o que já foi essencial, hoje coisa banal, vendida por tuta e meia. Mas é quinta e na sua tradição ganha vida nova feira, esta de Carcavelos – e quem sabe outras como ela -, aonde novos e velhos acorrem em busca das melhores ofertas, anunciada aos sete ventos, e a outra tanta chuva, pelo experiente cigano. Amanhã é sexta, não lhe sei a feira. Há a de São Pedro, mas sei-a ao fim-de-semana. É concorrida, serve iguarias e muitas velharias ali se encontram, sob o cenário acolhedor da vizinha e inenarrável serra de Sintra. Por este país fora são tantas as feiras, romarias e procissões, que penso que davam uma por cada dia do ano. Mas hoje é quinta-feira. A última antes de mais um Natal, a penúltima deste rol que serviu 2007 a cada semana, aguardando 24 horas por novos acontecimentos, os eventos que a elegessem para se anunciarem. Véspera de sexta e de uma sequência de 4 dias que se adivinham de muita azáfama, de idas e regressos, beijos e abraços, alegrias e quantas tristezas. Por que é nesta altura que mais dói a solidão. A de quem sofre sem pares num mar de tamanha multidão. Que observa a reunião, mesmo que breve e agendada, mas que fala a muitas vozes e relembra que custa menos viver em sociedade se houver quem nos lembre, quem nos refira com sentida saudade. É quinta-feira, há um ano quarta. Em 2008, ano bissexto, perde a feira e, mais engalanada, veste-se com o rigor próprio de um sábado. É feira da Ladra. Será então futuro, ainda ignorado, estranho desconhecido. Estaremos de novo em vésperas de mais um Natal. E este, que agora se aproxima, será então velho e esquecido, passado, apenas a espaços recordado. Uma escassa memória. Possivelmente a errada: o que ofereci a este, o que dei àquele… Talvez comprado no calor de uma quinta-feira gelada.

publicado por migalhas às 11:45

Que as nossas quintas-feiras se mantenham sempre de escrita!
Abração!
Marco a 20 de Dezembro de 2007 às 15:45

Dezembro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
14
15

16
22

23
24
25
26
28
29

30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO