Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Para diante é-se mais e cada vez melhor?

Ou definha-se, uns compassadamente outros de rajada, e nesse processo é-se tomado de um decréscimo que por nos ser tão doloroso e impensável nos recusamos a aceitar?

É a experiência um real acumular de sabedoria ganha com o passar dos anos ou mera prosa de quem sabe que, mais dia menos dia, será ultrapassado e definitivamente esquecido?

Que tudo tem um limite. Por uns tempos é sempre a subir, é o gráfico do crescimento e eis que a crise, a da idade, se instala e o gráfico inverte a sua tendência, esmorece e vem por aí abaixo, tudo levando adiante, sabedoria, experiência, sanidade, lucidez.

E então aquilo que por uns tempos nos deu valor, mérito, nos fez ser respeitados, nos atribuiu carga, estatuto, autoridade, desaba e em cacos nos faz, coisa perene que viveu um sonho breve e agora ao nada voltou, num ciclo que é sempre igual, sempre assim, tristemente humano.

 

© Copyright Migalhas (100NEXUS_2013)



publicado por migalhas às 20:00
TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.
Novembro 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30


facebook
contador
pesquisar neste blog
 
NetworkedBlogs