Terça-feira, 29 de Maio de 2012

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“The only people for me are the mad ones, the ones who are mad to live, mad to talk, mad to be saved, desirous of everything at the same time, the ones who never yawn or say a commonplace thing, but burn, burn, burn like fabulous yellow roman candles exploding like spiders across the stars and in the middle you see the blue centerlight pop and everybody goes ‘Awww!’” – Jack Kerouac



publicado por migalhas às 16:51
Terça-feira, 29 de Maio de 2012

 

«Para as adolescentes, ele foi o poeta louco, o primeiro amor que nunca esqueceram, com a sua conversa sobre boleias em comboios de carga e carros, estrada fora. Kerouac criou um herói de estilo moderno em Pela Estrada Fora; inventou a Geração Beat, originou um estilo de viver e um estilo de escrever.»


The Guardian



publicado por migalhas às 16:44
Terça-feira, 29 de Maio de 2012

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Jack Kerouac escreveu On the Road entre 2 e 22 de abril de 1954. Tinha então 29 anos. Em grande parte autobiográfico, o livro foi escrito em prosa espontânea, sem parágrafos, margens ou capítulos.

O jovem Kerouac iria tornar-se o escritor mais talentoso da sua época e representante da literatura do instante. On the road seria um imenso best seller e um símbolo para numerosas gerações.

Kerouac escreveu o seu livro sobre um rolo de papel de 36 metros de comprimento, rolo esse que se encontra exposto no parisiense Musée des Lettres et des Manuscrits.



publicado por migalhas às 16:32
Sexta-feira, 25 de Maio de 2012

o vento é sempre diferente

ele é a alma da gente

rio revolto que tudo leva na frente

 

em quantas formas o vento se mostre

vive a vontade presente que bem se vê, mais se sente

 

© Copyright Migalhas (100NEXUS_2012)


tags: ,

publicado por migalhas às 13:28
Quarta-feira, 09 de Maio de 2012

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Aqui (http://www.kirkusreviews.com/lists/maurice-sendak/) fica a obra deste contador único de histórias para crianças, mas não só para elas, e deslumbrante ilustrador das mesmas.

R.I.P.



publicado por migalhas às 13:03
TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.
Maio 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
26

27
28
30
31


facebook
contador
pesquisar neste blog
 
NetworkedBlogs
subscrever feeds