Terça-feira, 06 de Fevereiro de 2018

istock-636337794_770x433_acf_cropped.jpg

 

Fevereiro já segue a bom ritmo e à falta de chuva, haja livros para nos entreter. Aqui fica o que aí vem, lá de fora e cá de dentro, nos mais diversos géneros literários. Venham eles, que cá os esperamos ansiosos por novas leituras. Que seja um excelente Fevereiro repleto de muitas e boas leituras.

http://observador.pt/2018/02/01/tome-nota-estes-sao-os-lancamentos-de-fevereiro/



publicado por migalhas às 20:00
Terça-feira, 30 de Janeiro de 2018

350x.jpg

 

Vencedor do MAN BOOKER INTERNATIONAL PRIZE do ano passado, chega agora até nós esta "obra-prima curta e chocante em que o absurdo e o humor são usados para explorar os recantos mais sombrios da condição humana. Uma história de tortura psicológica e espiritual de dar cabo dos nervos, o tipo de história que é tão negra que a única defesa contra ela é o humor mais negro", segundo o The Sunday Times.

David Grossman coloca-nos assim perante a questão: Será que uma piada é só uma piada?
O premiado e internacionalmente aclamado autor de "Até ao Fim da Terra" apresenta-nos agora um romance sobre a vida de um cómico de stand-up, revelada no decorrer da performance de uma noite. Na dança entre humorista e público, com farpas voando de um lado para o outro, uma história mais profunda vai tomando forma - uma história que irá alterar a vida de muitos dos presentes. bertrand.pt

A ler, sem dúvidas.



publicado por migalhas às 20:00
Sábado, 27 de Janeiro de 2018

image.jpg

Com o início de um novo ano, é natural que se prevejam muitas e boas novidades na área da literatura. 2018 Não é excepção e por isso vamos poder contar com livros para todos os gostos: do romance ao conto, passando pela poesia e pelo ensaio, sem esquecer os mais pequenos. Leia este artigo e descubra alguns dos livros que 2018 nos vai trazer.

E boas leituras!

http://observador.pt/especiais/esqueca-2017-estas-sao-as-novidades-literarias-do-novo-ano/



publicado por migalhas às 18:00
Quinta-feira, 25 de Janeiro de 2018

image-1.jpg

 

Da ficção à BD, dos autores nacionais aos títulos que chegam de fora, aqui ficam "Os melhores livros de 2017" segundo os críticos da Time Out Lisboa. As escolhas são deles, mas é a nós que compete decidir quais os que merecem constar da nossa biblioteca. Sejam quais forem, importa é que a leitura seja sempre um prazer.

https://www.timeout.pt/lisboa/pt/arte/da-ficcao-a-bd-os-melhores-livros-de-2017



publicado por migalhas às 20:00
Terça-feira, 02 de Janeiro de 2018

House editions of Philosopher's Stone - all four h

 

A conceituada editora britânica Bloomsbury irá publicar em Junho próximo edições especiais comemorativas d20º aniversário da edição de  "Harry Potter e a pedra filosofal", da autora J. K. Rowling.

Serão quatro versões do livro, cada uma alinhada com uma das quatro Casas Hogwarts: Gryffindor, Ravenclaw, Slytherin e Hufflepuff. Desenhado por Levi Pinfold, cada capa ostentará o brasão da respectiva casa, havendo versões de capa rija e de capa mole, estas últimas integralmente nas cores de cada uma das casas.
De recordar que "Harry Potter e a pedra filosofal" foi publicado em 1997 pela Bloomsbury, tornando-se num dos livros mais vendidos de todos os tempos e que teve ainda o condão de despoletar um fenómeno editorial mundial sem precedentes.
 
Mais detalhes em:
 
 

 



publicado por migalhas às 20:00
Sexta-feira, 22 de Dezembro de 2017

Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto

Num sótão num porão numa cave inundada

Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto

Dentro de um foguetão reduzido a sucata

Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto

Numa casa de Hanói ontem bombardeada

 

Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto

Num presépio de lama e de sangue e de cisco

Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto

Para ter amanhã a suspeita que existe

Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto

Tem no ano dois mil a idade de Cristo

 

Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto

Vê-lo-emos depois de chicote no templo

Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto

E anda já um terror no látego do vento

Vai nascer esta noite à meia-noite em ponto

Para nos vir pedir contas do nosso tempo

 

David Mourão-Ferreira (1967)


tags: ,

publicado por migalhas às 20:00
Terça-feira, 21 de Novembro de 2017

Para diante é-se mais e cada vez melhor?

Ou definha-se, uns compassadamente outros de rajada, e nesse processo é-se tomado de um decréscimo que por nos ser tão doloroso e impensável nos recusamos a aceitar?

É a experiência um real acumular de sabedoria ganha com o passar dos anos ou mera prosa de quem sabe que, mais dia menos dia, será ultrapassado e definitivamente esquecido?

Que tudo tem um limite. Por uns tempos é sempre a subir, é o gráfico do crescimento e eis que a crise, a da idade, se instala e o gráfico inverte a sua tendência, esmorece e vem por aí abaixo, tudo levando adiante, sabedoria, experiência, sanidade, lucidez.

E então aquilo que por uns tempos nos deu valor, mérito, nos fez ser respeitados, nos atribuiu carga, estatuto, autoridade, desaba e em cacos nos faz, coisa perene que viveu um sonho breve e agora ao nada voltou, num ciclo que é sempre igual, sempre assim, tristemente humano.

 

© Copyright Migalhas (100NEXUS_2013)



publicado por migalhas às 20:00
Quinta-feira, 19 de Outubro de 2017

49406eb6a532de54c24edd140b4bdfe7-magazine.jpg

 

A número 10 da revista GRANTA promete agitar o mercado literário com uma edição dedicada às REVOLUÇÕES. Este que é também o último número sob esta designação e que, a partir de 2018, passará a chamar-se Granta Portugal | Brasil, com publicação simultânea nos dois países e, consequentemente, a incluir nas suas páginas textos de autores lusófonos. Vamos a ela e boas leituras!



publicado por migalhas às 19:00
Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

lincoln.jpg

 

Está oficialmente anunciado o vencedor do Man Booker Prize, edição 2017. Desta feita a escolha recaiu sobre George Saunders com a sua obra "Lincoln in the Bardo", naquele que é o primeiro romance deste americano mais conhecido pelas suas short stories. Mais ou menos merecido que os restantes cinco que o acompanhavam nesta fase final, a verdade é que este já ninguém lho tira. Resta-nos agora a nós, leitores, avaliar o mérito deste prémio, através da leitura das páginas que convenceram este júri sempre tão exigente. Até à próxima edição, a de 2018, temos muito tempo para tal. Boas leituras.



publicado por migalhas às 22:08
Sexta-feira, 06 de Outubro de 2017

DLXoJgNXcAEY_KU.jpg

 

Depois de uma esmerada educação numa escola de rapazes em Surrey, Reino Unido, de posteriormente ter trabalhado para a Rainha Mãe como grouse-beater — basicamente afugentando galinhas bravas na direção dos caçadores — e de ter sido assistente social nos bairros mais pobres de Londres, Kazuo Ishiguro vence o Prémio Nobel da Literatura de 2017. Ou a prova provada de que vale a pena estudar, o que ele fez na Universidade de Kent, na Cantuária, onde se especializou em língua inglesa e filosofia.

No total, Ishiguro conta já com nove obras publicadas, a primeira em 1981 e a mais recente, The Buried Giant, em 2015. Das suas obras mais conhecidas, o destaque vai para Os Despojos do DiaNunca me Deixes e Nocturnos.

Conta com um total de 21 distinções (somando o Nobel agora ganho), sendo que, entre elas, as mais relevantes são o Man Booker Prize para ficção (2005), os dois Best of Young British Novelists atribuídos pela Granta (em 83 e 93) e a nomeação como Chevalier de l’Ordre des Arts et des Lettres em França, no ano de 1998.

 

Fonte: Observador



publicado por migalhas às 20:00
TUDO É ILUSÃO, DESDE O QUE PENSAMOS QUE PODEMOS AO QUE JULGAMOS QUE TEMOS.
Fevereiro 2018
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28


facebook
contador
pesquisar neste blog
 
NetworkedBlogs
subscrever feeds